Páginas

quinta-feira, 6 de outubro de 2011

Um Mimo!


A Revista de História da Biblioteca Nacional nº 59 – agosto de 2010, publicou uma entrevista com o Sr. Ferreira Gullar, tendo como assunto arte.
Dentre toda entrevista, Gullar disse frases como, “Arte é expressão, mas nem toda expressão é arte. Se eu pegar uma folha de papel e amassar, estarei me expressando”, “Estou cagando para a modernidade”.

Noutro momento, disse que foi a uma exposição em que tinham raízes de árvores expostas, ele perguntou ao artista responsável o que seria feito com elas depois do evento, então o cara respondeu que seriam jogadas fora.
Pois é, os blogs que sigo (LUZIFOTOGRAMAS, TEMPESTADE, EDRA), já disseram ou sempre apresentam algum post diretamente ligado a tal arte.
No meu conceito, arte é o que nos emociona, parido do acaso, a inspiração vinda do nada.
Esta imagem acima, me emocionou. Foi minha filhota (ainda não tinha dois anos) quem me desenhou, seguido posteriormente dos demais, mas para o meu orgulho o meu foi o primeiro (rs). A obra foi realizada numa parede com reboco de areia com granulometria média, traço de 6x1, extensões aproximada de 40 x 60 cm, com giz de cera.
A fim de não ir contra os conceitos de F. Gullar, me apressei em “imortalizar” a primeira obra da filhota aqui na net.
Não questiono uma bela jogada de futebol ser uma obra de arte, pois emociona os torcedores. Uma canção, um livro, quadros, esculturas, etc. No entanto, vindo de uma criança de maneira espontânea tal homenagem; é de encher de orgulho.

2 comentários:

  1. UMA VEZ NO CALÇADÃO EM COPACABANA HAVIAM PINTORES E UMA RÉPLICA DO QUADRO "O GRITO". NELE A EXPRESSÃO DO MEDO, DA DOR, ANGUSTIA ÉRAM NÍTIDAS. PARA MUITOS É UM HOMEM GRITANDO OU UM QUADRO CHEIO DE BORRAGEM CHAMADA DE ARTE. SUA FILHA USOU DA INTUIÇÃO PARA EXPRESSAR SUA VISÃO DO MUNDO INTERIOR, E FOI NA PAREDE BEM DESCRITA POR VC QUE ELA MATERIALIZOU SEUS SENTIMNENTOS A RESPEITO DAS FEIÇÕES DE VCS.SEM A PREOCUPAÇÃO DE EMBELEZA-LOS ATÉ MESMO POR QUE É MTO NOVINHA A IDADE AS VEZES ESTRAGA A ARTE.

    ResponderExcluir
  2. Numa postagem sua não me lembro qual, conceituou a arte segundo seu ponto de vista. E no balaio de conceitos, homenagens e orgulhos que resolvi imortalizá-la. Não sei se a idade estraga a arte, acho que depende da origem, da expressão e de quem a admira.
    Quando ao quadro o grito, eu sempre achei ele muito angustiante.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails